top of page
  • Foto do escritorSecretaria ESA/PB

OAB-PB e ESA firmam parceria com o Unipê para mestrado em Direito



A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), e a Escola Superior da Advocacia (ESA-PB) firmaram parceria com o Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) para disponibilização de vagas no curso de mestrado em Direito do Unipê. O convênio será lançado nesta quarta-feira (14), durante evento na sede da OAB-PB, a partir das 10h.



O presidente da OAB-PB, Harrison Targino, explicou que, de acordo com a parceria, a Ordem terá uma reserva de seis vagas para o processo seletivo, com os advogados e advogadas fazendo uma seleção interna. A temática central do programa de mestrado é direito e desenvolvimento sustentável, com as linhas de pesquisa em sustentabilidade sociopolítica, direto, regulação e desenvolvimento econômico.



“Essa parceria com o Unipê visa facilitar o acesso da advocacia a cursos de mestrado para ampliar a qualificação e capacidade de atuação profissional dos advogados e advogadas paraibanos”, afirmou o presidente Harrison Targino.



O diretor-geral da ESA-PB, Diego Cabral, destaca que a Escola, que o braço acadêmico da OAB, já ofertou inúmeras pós-graduações lato sensu, todavia existia uma necessidade e cobrança por parte da advocacia de uma especialização stricto sensu, a título de mestrado. “Vários colegas advogados têm a pretensão de ingressar na docência e sabem que o mestrado é uma capacitação necessária para essa finalidade, motivo pelo qual a OAB-PB e a ESA firmaram o convênio com o Unipê para viabilizar os anseios da classe”, destacou Diego Cabral.



O coordenador do mestrado em Direito no Unipê, Glauber Lucena, ratificou que a parceria visa aproximar as duas Instituições, a OAB da academia, oportunizando que os advogados inscritos na Seccional possam ter essa reserva de vagas, com um plano especial de descontos nas vagas remanescentes do processo seletivo 2023.2. “A parceria visa também que os advogados tenham mais qualificação dentro da temática central que o programa de mestrado possui, que é que é direito e desenvolvimento sustentável. Isso vai oportunizar que os advogados tenham mais participação dentro do programa”, ressaltou Glauber Lucena.

77 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page